Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O espaço das pequenas coisas

O espaço das pequenas coisas

09
Mai21

Mudam-se os tempos, muda-se a Visão

9FA5E27E-E3E1-45D1-9BAE-95CB44DF8610.jpeg

Imagem: Marvel

 

Há algumas semanas vi a série “WandaVision” da Marvel. Não era particularmente fã do género “ficção cientifica” ou “banda desenhada” mas esta série não encaixa num género devido à sua escrita fenomenal e aos actores Elizabeth Olsen e Paul Bettany.


Ao longo da série, vemos Wanda (Olsen) e Vision (Bettany) como um típico casal que se mudou para os subúrbios. No entanto, toda a ação decorre como se estivessem numa sitcom americana, no qual cada episódio presta homenagem a uma década, desde 1950 de Dick Van Dyke até aos dias de hoje com “Modern Family”. Toda a roupa, luzes e formato mudam a cada episódio, bem como a performance dos atores que passa de um tom cómico teatral dos anos 1950 a uma performance mais “natural” dos tempos de hoje.


Desde que vi a série, comecei a pensar noutras séries que tinha visto durante a minha vida. Quando era adolescente e já jovem adulta, passava “Foi assim que aconteceu” (How I met your mother) na televisão portuguesa, que acompanhei desde o início.


Foi uma experiência completamente nova rever a série enquanto adulta e com mais de uma década de distância. Em primeiro lugar, nessa série ainda usavam uma audiência que introduz a deixa “RIR AGORA”, o que de certa forma me chocou. Como pude passar tanto tempo sem notar alguém a pré-determinar o que devemos sentir ao ver a cena?


Este truque não é novo, não é por acaso que 60% do orçamento de um filme se destina ao departamento de som. O som é muito importante para qualquer arte, é por isso que aprecio tanto os filmes europeus.


Um bom gestor do departamento de som sabe que, geralmente, o silêncio não é a ausência de som ou emoção. É no silêncio que encontramos espaço para sentir os nossos próprios sentimentos, afectos e emoções. Por isso sinto tanta falta de ir ao Teatro.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub