Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O espaço das pequenas coisas

O espaço das pequenas coisas

24
Mar21

O Espaço das Pequenas Coisas 2.0

63BC96C7-F19F-4D44-B5A3-3F5959670C9F.png

Começou no 2º ano, logo quando aprendi a escrever. Uma voz dentro de mim suspirava histórias sobre heróis e vilões, sobre a História e o Ambiente. Escrever era uma necessidade absoluta.


Com 9 anos eu e a minha melhor amiga escrevemos a nossa primeira adaptação do filme “O Príncipe do Egipto”, mas já com 8 anos escrevíamos “manifestos” sobre a sustentabilidade, a reciclagem e o meio ambiente.


Desde que me lembro escrevia diários tão longos e dramáticos que “O Diário da Nossa Paixão” parecia um conto de fadas para crianças. Não sei bem como surgiam as histórias que eventualmente acabavam nestes diários mas, ao ler um dos livros de David Sedaris, relembrei como a realidade não é objetiva, é apenas uma história que contamos a nós próprios.


Quando era adolescente comecei a escrever sistematicamente, a abrir os meus horizontes, a imaginar personagens totalmente distantes de mim. Uma vez escrevi uma história do ponto de vista de um canário amarelo aristocrata que desprezava a raça humana.


Durante a faculdade lia sobretudo livros e artigos densos e científicos, o que limitou o meu mundo e o meu vocabulário. Tornei-me “goal oriented” e deixei as longas horas de imaginação da minha adolescência para trás.


Quando comecei a trabalhar não tinha tempo para formar um pensamento que não fosse sobre o trabalho. Estava tão sobrecarregada que não me lembro de nenhum evento, nenhuma conversa, nada.


Depois o meu mundo parou e eu tive tempo. Para pensar, para ler mais e melhor, para respirar outra vez. E então comecei a escrever. E assim surgiu O Espaço das Pequenas Coisas.


No início horrorizava-me a ideia de que alguém pudesse ler o que escrevia e não disse a ninguém. Mas à medida que o leitor - desconhecido até então - foi expressando as suas opiniões e assim apropriando-se deste espaço que também é seu, senti-me mais confiante e escrever voltou a ser uma necessidade.


Há um ano escrevi a primeira crónica e, por isso, é natural que celebremos com um espaço mais bonito para criar mais pequenas coisas.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub