Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O espaço das pequenas coisas

O espaço das pequenas coisas

28
Dez21

O melhor de 2021 - Música e Podcast

O melhor de 2021 música e podcast.png

Neste ano ouvi muita música e podcast. Redescobri o meu amor por ouvir discos inteiros, mesmo enquanto trabalho ou escrevo, o prazer de ouvir concertos de música clássica, a diversão de dançar sozinha ao som da música pop e a importância de manter a saúde mental enquanto fazia as tarefas domésticas ao som de podcast divertidos.

 

1. OFFICE LADIES com Jenna Fisher e Angela Kinsey (Earwolf)

Pelo segundo ano consecutivo foi o podcast que ouvi com maior regularidade (quase semanal!). Para quem adorou a série britânica e americana The Office nos anos 2000 ou para quem está a redescobrir alguns episódios como eu, este podcast é muito divertido. Comecei a ouvi-lo mesmo antes do covid e, para dizer a verdade, foi o único alívio temporário que tinha sozinha enquanto fazia coisas tão aborrecidas como a loiça ou passar a ferro. Neste ano descobri comentários sobre episódios dos quais já nem me lembrava, sempre bem apoiados pelos factos e curiosidades e pela dinâmica leve e divertida entre as apresentadoras. Quem diria que Pam e Angela seriam melhores amigas?

 

2. 30 de Adele

Este disco, lançado já quase no fim do ano, teve tanta ressonância em mim que escrevi uma crónica sobre ele. Uma reflexão sobre a experiência de envelhecer, de aprender com os erros, de cometer mais erros, da importância da leveza e diversão, da família. O álbum detalha a sua experiência após a separação do ex-marido mas apresenta uma sonoridade nova em Adele: um som antigo e intemporal do Jazz norte-americano, uma espécie de nostalgia. É uma conversa consigo mesma que começa com “Strangers by Nature”.

 

3. HAPPIER THAN EVER de Billie Eilish

A cantautora cresceu e com a produção do irmão Finneas escreveu um álbum sobre crescer e o fim do primeiro Amor, também com uma certa Nostalgia, mas também com um som mais disco-pop. Sempre uma experiência imersiva, particularmente no concerto “Love letter to Los Angeles” com o Maestro Gustavo Dudamel e a LA Philarmonic

 

4. SOLAR POWER de Lorde

O muitíssimo antecipado disco da cantora, que surpreendeu até os seus fãs, deixa para trás a melancolia e relembra-nos que a vida ainda será divertida. Um disco inspirado pelas alterações climáticas, mas sobretudo, pareceu-me, inspirado pela sua geração e, por isso, tão bonito.

 

5. [IN] PERTITNENTE de FFMS

A Fundação Francisco Manuel dos Santos tomou a seu cargo ser o compasso moral do país, trazendo-nos estudos compreensivos, livros, conferências e este podcast que aborda Política, Ciência, Sociedade e Economia apresentado por algumas das figuras mais proeminentes da cultura portuguesa. Com temas que vão desde a pandemia, fake news, desigualdade de género e a política norte-americana. A não perder.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub